SEJA NOSSO APOIADOR, CONTRIBUA COM NOSSO TRABALHO 477-4 / 36.152-6 / BANCO DO BRASIL.

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Bolsonaro lamenta fala de Eduardo sobre AI-5 e diz que filho "está sonhando"

Após repercussão negativa, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) desautorizou nesta quinta-feira (31) declaração do seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de que caso a esquerda radicalize, uma resposta pode ser um novo AI-5.


Na saída do Palácio do Alvorada, ele afirmou que qualquer um que fale em AI-5 neste momento no país "está sonhando" e pediu que o posicionamento seja cobrado não dele, mas de seu filho.

"Quem quer que seja que fale em AI-5 está sonhando. Está sonhando, está sonhando. Não quero nem ver notícia nesse sentido aí", disse o presidente. "Cobrem dele", afirmou Bolsonaro, referindo-se ao filho.

O presidente pediu para esquecer a possibilidade de reedição da medida da ditadura militar (1964-1985).

"O AI-5 existia no passado, existia em outra Constituição. Não existe mais. Esquece", afirmou. "Eu lamento se ele falou isso que eu não estou sabendo. Eu lamento."

Fonte: Portal Grande Ponto
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário