CÂMARA MUNICIPAL DE MACAU SE TORNOU ALVO DE BRIGAS MAIS UMA VEZ, ASSUNTOS DE RELEVANCIA E QUE VÃO DE INTERESSE AO POVO PASSAM LONGE DESSA CASA

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Rômulo Paulista e Edson Silveira se unem para a elaboração de projeto para Macau

Numa visão bastante empreendedora e desenvolvimentista, o empresário Rômulo Paulista e o Edson Silveira, o qual tem experiência em gestão com mais de uma década de serviços prestados em gestão financeira no setor público e privado, resolvem formar uma parceria para elaboração de um projeto FANTÁSTICO E INOVADOR que irá revolucionar a gestão pública e a economia do Munícipio de Macau.



Essa expectativa está expressa no próprio título do projeto "SALVE MACAU." 

Os idealizadores da iniciativa afirmam que o projeto terá um relevante alcance social, econômico e financeiro. “O atual gestor, Túlio Lemos, está agindo contrário o que estabelece o decreto de calamidade financeira do município de Macau" afirmam eles.

Rômulo Paulista e Edson Silveira entendem que falta na atual gestão um planejamento financeiro voltado para contenção de despesas e a geração de mais empregos, sem travar a economia local. Eles afirmam que somente com medidas adequadas, seria possível manter em dia, o pagamento do funcionalismo (efetivos, aposentados, comissionados, contratados e inclusive fornecedores) e promover o desenvolvimento do munícipio. O que se percebe é que a gestão do atual prefeito, está se oportunizando do decreto de calamidade financeira, apenas para terceirizar todos os serviços da prefeitura, elevando ao dobro.

Na visão de Rômulo e Edson, o PROJETO SALVE MACAU

Traz como proposta um planejamento eficiente e eficaz, com demonstrativo técnico contábil e administrativo, que vai proporcionar uma melhor e eficiente gestão dos recursos oriundos do governo federal e das receitas próprias. Somente com um modelo de gestão sério e transparente, feito por quem de fato tem experiência de Gestão e quer promover o desenvolvimento, o Município de Macau vai poder cumprir com todos os seus compromissos e poder.

Por Henrique Carvalho


Um comentário: