SEJA NOSSO APOIADOR, CONTRIBUA COM O NOSSO TRABALHO.

sábado, 16 de novembro de 2019

Bolívia anuncia ruptura das relações com a Venezuela

O governo da presidente interina Jeanine disse que os funcionários da embaixada da Venezuela estavam “minando a segurança interna” na Bolívia.


O governo da Bolívia anunciou, nesta sexta-feira (15), a ruptura das relações com a ditadura de Nicolás Maduro.

A gestão da presidente interina Jeanine Áñez denunciou que os venezuelanos vinculados à embaixada daquele país em La Paz estavam “minando a segurança interna” na Bolívia.

A Bolívia expulsará todos os funcionários da embaixada venezuelana em La Paz, devido à “violação das normas diplomáticas”.

A ministra interina das Relações Exteriores da Bolívia, Karen Longaric, declarou:

“Reconhecemos uma Venezuela democrática, ainda mais agora que vimos que os venezuelanos ligados à embaixada venezuelana cometeram atos contrários à lei e atacaram a segurança interna da Bolívia.” E acrescentou: “Todo o pessoal diplomático da embaixada venezuelana na Bolívia, representando o governo de Nicolás Maduro, deixará o país por estar se envolvendo nos assuntos internos do Estado.”
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário