EUA vão agir se a Coreia do Norte testar mísseis, diz Casa Branca

Os Estados Unidos ficarão muito desapontados se a Coreia do Norte fizer testes com um míssil nuclear ou de longo alcance e tomará a ação apropriada como potência econômica e militar, disse o assessor da Casa Branca para segurança nacional Robert O’Brien neste domingo.


Washington tem muitas “ferramentas em seu kit” para responder a tal teste, disse O’Brien em uma entrevista para a ABC.

“Os Estados Unidos vão agir como fazemos nessas situações”, afirmou. “Se Kim Jong Un adotar essa abordagem, ficaremos extremamente desapontados e vamos demonstrar esse desapontamento.”

A Coreia do Norte pediu a Washington que ofereça uma nova iniciativa para resolver as diferenças dos dois países em relação ao programa de armas nucleares de Pyongyang. O país alertou Washington este mês que caso essas expectativas não fossem atendidas poderia haver um “presente de Natal” indesejado.

Comandantes militares dos EUA disseram que o movimento norte-coreano poderia envolver o teste de um míssil de longo alcance —algo que a Coreia do Norte suspendeu, junto com testes nucleares, em 2017.

O’Brien disse que os Estados Unidos e a Coreia do Norte abriram canais de comunicação, mas não elaborou. Ele disse que Washington espera que o líder norte-coreano Kim Jong Un cumpra seus compromissos de desnuclearizar a península coreana.

Os Estados Unidos ainda são a principal potência militar do mundo e têm um tremendo poder econômico, afirmou O’Brien. “Há muita pressão que podemos suportar”, disse ele.

Postar um comentário

0 Comentários