Trump diz estar pronto para lidar com ‘surpresa’ norte-coreana

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que seu país conseguirá lidar com qualquer surpresa da Coreia do Norte.


Em conversa com repórteres em seu resort na Flórida na 3ª feira (24.dez.2019), Trump se referiu às recentes ameaças de Pyongyang. O republicano disse: “Vamos ver o que vai acontecer. Eu vou lidar com as coisas conforme ocorrerem”. O mandatário dos EUA também afirmou que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, pode enviar “1 belo vaso, em vez de 1 teste de míssil”.

A Coreia do Norte estabeleceu unilateralmente o fim do ano como prazo para que os EUA suspendam sanções e façam outras concessões nas negociações sobre desnuclearização. Pyongyang alertou que depende apenas de Washington o tipo de “presente de Natal” que vai receber.

Trump havia sugerido anteriormente que os norte-americanos poderiam utilizar força militar contra a Coreia.

JOHN BOLTON

O ex-conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos John Bolton disse que é provável que o governo Trump tenha que admitir publicamente que sua política para a Coreia do Norte fracassou.

No domingo (22.dez.2019), o site de notícias Axios publicou entrevista com Bolton, que foi demitido pelo presidente Trump em setembro. O ex-conselheiro disse que não acredita que o governo Trump “realmente esteja falando sério” quando o próprio presidente ou outras autoridades prometem impedir a Coreia do Norte de ter armas nucleares. Bolton disse ainda que a impressão de que os EUA estariam pressionando a Coreia do Norte o máximo possível não é verdade.

O ex-conselheiro criticou Trump por ter declarado não estar preocupado com os testes de mísseis de curto alcance feitos pela Coreia do Norte. Segundo Bolton, esta declaração é passível de ser interpretada como 1 sinal de que o presidente não está preocupado com o risco em potencial que esses testes representam para o Japão e a Coreia do Sul, aliados dos EUA, ou para as tropas americanas posicionadas na região.

John Bolton disse que caso o líder norte-coreano, Kim Jong-un, cumpra sua ameaça de dar aos Estados Unidos 1 “presente de Natal”, a Casa Branca deve admitir que errou em sua abordagem com a Coreia do Norte.

Fonte: Agência Brasil