Deputados federais do RN se posicionam contra taxação da energia solar no Brasil

Os deputados federais do Rio Grande do Norte Beto Rosado (PP) e Fábio Faria (PSD) se posicionaram contra a proposta da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que prevê a mudança na resolução normativa 482 de 2012, cobrando dos novos consumidores uma taxa sobre a energia solar no Brasil.


Ao se posicionar contrário à taxação, o parlamentar do PP chama atenção para o grande salto da energia solar nos últimos anos, principalmente na região Nordeste, onde o sol é abundante na maior parte do ano.

"Sou contra qualquer medida que burocratize e dificulte o crescimento de energias renováveis em nosso país", disse Beto Rosado, já adiantando que votará contra quando o tema chegar ao Parlamento. "Quando este tema chegar à Câmara, vou votar para que seja proibido taxar a energia solar. Chega de novos impostos para os brasileiros", ressalta Beto.

Já Fábio Faria se pronunciou por meio do Twitter parabenizando o presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que a posição do Governo é contrária à taxação.

"Presidente Jair Bolsonaro está certo ao não admitir taxar a produção de energia solar. Me posicionei contra quando isso foi cogitado pela ANEEL,em outubro. Parabéns Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, que confirmaram que vamos enfrentar a ANEEL para impedir a taxação da energia solar no Congresso", disse Fábio.