Deputado do RN vai recorrer de suspensão de seu mandato na Justiça

O deputado federal General Girão disse, em vídeo divulgado em suas redes sociais nesta quarta-feira (04), que está recorrendo na Justiça da decisão do PSL que suspendeu o mandato dele e de outros 11 deputados federais por um ano.


Com a suspensão, os parlamentares ficam afastados do exercício de funções de liderança ou vice-liderança e impedidos de orientar a bancada em nome do partido, de representar a legenda e de participar da escolha de líder da bancada durante o período de desligamento.

“Estamos recorrendo na Justiça, mas, enquanto isso, continuarei como deputado federal fazendo o meu trabalho em prol do Rio Grande do Norte, em prol do semiárido brasileiro, em prol do Brasil”, afirmou Girão. 

Ele diz ainda que foi suspenso por ter questionado a “falta de transparência”, “falta de ética” e “falta de respeito” dentro do partido. 

ALIANÇA 

General Girão está ajudando na criação do partido Aliança pelo Brasil, legenda que será comandada pelo presidente Jair Bolsonaro, que também se desligou do PSL devido a atritos com a cúpula partidária. 

Eu e outros 11 parlamentares fomos, injustamente, suspensos de nossas funções na Câmara dos Deputados. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, atendeu o pedido do presidente do PSL, Luciano Bivar. Veja o meu posicionamento! pic.twitter.com/Q6t4vc6kTt Deputado General Girão Monteiro (@GeneralGirao) 

Fonte: Portal Grande Ponto