Três empresas de comunicação decidiram nesta segunda-feira (25) suspender a cobertura jornalística na porta do Palácio do Alvorada, em Brasília. Folha, Globo e Band tomaram a iniciativa em resposta às seguidas criticas de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro dirigidas aos jornalistas que fazem plantão no local. 


As criticas aos jornalistas que esperam a saída de Bolsonaro na porta do Alvorada diariamente se tornaram comuns, mas nesta segunda foi bem maior. 

Em diferentes ocasiões, Bolsonaro também ofendeu jornalistas no local. Nesta segunda, pouco antes dos xingamentos feitos por apoiadores, o presidente criticou a imprensa. "No dia que vocês tiverem compromisso com a verdade, eu falo com vocês de novo", disse.