Com o apoio do Ministério da Economia, a Câmara deve votar na terça-feira da próxima semana proposta de desvinculação de recursos de fundos para destinar R$ 177 bilhões para aliviar o resultado primário [diferença entre receitas e despesas do governo, excluindo-se da conta as receitas e despesas com juros. 


O projeto é de autoria do deputado Mauro Benevides Filho (PDT-CE). O pedetista se reuniu na última quarta-feira (3) com o ministro Paulo Guedes e recebeu o aval do governo para a votação do texto. 

Formulador econômico do ex-candidato a presidente Ciro Gomes, Benevides afirmou que o seu projeto é diferente da proposta de emenda à Constituição (PEC) 187/2019, que extingue os fundos públicos, em tramitação no Senado. O projeto não extingue os fundos, apenas desvincula o dinheiro atrelado a eles.